Outubro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031    

Calendário

Buscar
Resultados por:
Busca avançada

Compartilhe
Ir em baixo
avatar
Mensagens : 93
Data de inscrição : 15/04/2018
Idade : 15
Localização : Córdoba, CF
Ver perfil do usuário

Projeto de Lei 14/2018

em Sab Ago 25, 2018 10:11 pm
Aos Senadores da União
Projeto de Lei 14/2018
Art. 1º Será punida, nos termos desta lei, toda manifestação atentatória ou discriminatória praticada contra cidadão homossexual, bissexual ou transgênero.
Art. 2º Consideram-se atos atentatórios e discriminatórios dos direitos individuais e coletivos dos cidadãos homossexuais, bissexuais ou transgêneros, para os efeitos desta lei:
I - praticar qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica;
II - proibir o ingresso ou permanência em qualquer ambiente ou estabelecimento público ou privado, aberto ao público;
III - praticar atendimento selecionado que não esteja devidamente determinado em lei;
IV - preterir, sobretaxar ou impedir a hospedagem em hotéis, motéis, pensões ou similares;
V - preterir, sobretaxar ou impedir a locação, compra, aquisição, arrendamento ou empréstimo de bens móveis ou imóveis de qualquer finalidade;
VI - praticar o empregador, ou seu preposto, atos de demissão direta ou indireta, em função da orientação sexual do empregado;
VII - inibir ou proibir a admissão ou o acesso profissional em qualquer estabelecimento público ou privado em função da orientação sexual do profissional;
VIII - proibir a livre expressão e manifestação de afetividade, sendo estas expressões e manifestações permitidas aos demais cidadãos.
Art. 3º São passíveis de punição o cidadão, inclusive os detentores de função pública, civil ou militar, e toda organização social ou empresa, com ou sem fins lucrativos, de caráter privado ou público, instaladas neste país, que intentarem contra o que dispõe esta lei.
Art. 4º - a prática dos atos discriminatórios a que se refere esta lei será apurada em processo administrativo, que terá início mediante:
I - reclamação do ofendido;
II - ato ou ofício de autoridade competente;
III - comunicado de organizações não-governamentais de defesa da cidadania e direitos humanos.
Art. 5º O cidadão homossexual, bissexual ou transgênero que for vítima dos atos discriminatórios poderá apresentar sua denúncia pessoalmente ou por carta, telegrama, telex, via Internet ou fac-símile ao órgão competente e/ou a organizações não-governamentais de defesa da cidadania e direitos humanos;
I - a denúncia deverá ser fundamentada por meio da descrição do fato ou ato discriminatório, seguida da identificação de quem faz a denúncia, garantindo-se, na forma da lei, o sigilo do denunciante;
II - recebida a denúncia, competirá à Justiça promover a instauração do processo administrativo devido para apuração e imposição das penalidades cabíveis.
Art. 6º As penalidades aplicáveis aos que praticarem atos de discriminação ou qualquer outro ato atentatório aos direitos e garantias fundamentais da pessoa humana serão as seguintes:
I - advertência;
II - multa de mil platas;
III - multa de três mil platas;
IV - suspensão da licença para funcionamento por trinta dias;
V - cassação da licença para funcionamento.
VI - as penas mencionadas nos incisos II a V deste artigo se aplicam aos órgãos e empresas públicas, cujos responsáveis serão punidos;
VII - os valores das multas poderão ser elevados em até dez vezes quando for verificado que, em razão do porte do estabelecimento, resultarão inócuas;
VIII - quando for imposta a pena prevista no inciso V supra, deverá ser comunicada a autoridade responsável pela emissão da licença, que providenciará a sua cassação, comunicando-se, igualmente, a autoridade para eventuais providências no âmbito de sua competência.
Art. 7º Aos servidores públicos que, no exercício de suas funções e/ou em repartição pública, por ação ou omissão, deixarem de cumprir os dispositivos da presente lei, serão aplicadas as penalidades cabíveis.
Art. 8º O Poder Público disponibilizará cópias desta lei para que sejam distribuidos nos estabelecimentos e em locais de fácil leitura pelo público em geral.
Art. 9º Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Miguel Domingues
Senador da União pela Cidade Federal de Córdoba

25º dia do mês de Agosto de 2018
I da República e da Independência
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum